As salsichas e o sexo

Conhecem a marca Salsiçor? Pois bem, até ao dia de hoje eu nunca tinha ouvido falar de tal marca… Talvez porque viva no Continente e não nas ilhas Açorianas, mas ao que parece esta marca é a maior referência do arquipélago dos Açores na desmancha e na transformação de carnes de suíno e bovino. Tendo integrado em  2009, no Grupo Finançor, que é líder  do sector agro-alimentar nos Açores. Só este facto já levanta curiosidade para tentar entender o motivo do sucesso comercial da empresa em si… 

Numa pesquisa online deparei-me com as campanhas feitas pela marca desde 2010 com um posicionamento de cariz sexual:

outdoor_brasa_Campanha verão 2010 para a Salsiçor

sexo no marketing_salsichas

1381402_710440555701347_4463258387540642718_n

Este último outdoor foi publicado, a 4 de Julho, na própria página do facebook da marca e já está a dar que falar…

Não é a primeira vez que a “tripa que se enche com carne picada e temperada com sal”, mais conhecida por salsicha, seja associada de alguma forma ao sexo em campanhas publicitárias. No entanto, acredito que será interessante analisar ao detalhe este mais recente anúncio:

10421268_505536749592037_500424976360910632_n

Primeira pergunta: O que estão a vender? Para quem não conhece a marca, terá (como eu) de fazer uma pesquisa no Google para entender o que estão a vender! Poderia ser um grelhador?!? Carne!?! Salsichas!?! Ou até uma call girl?!? A simplicidade de uma campanha de marketing será sempre uma mais valia, quando a mensagem publicitária é comunicada de forma clara, sem ruído / exagero de informação. Porém a simplicidade deste anúncio foi de tal forma que se esqueceram de informar do que se trata. 

Quem é o target? Para quem estão a comunicar? Será uma campanha direccionada aos homens? Mas serão eles os decisores de compras das salsichas? São os homens que vão ao supermercado comprar a comida lá de casa? Ou será que está direccionado ao nicho de mercado de mulheres que se sentem atraídas pelo mesmo sexo? Seja como for, a marca está, sem dúvida, a excluir as mulheres heterossexuais, ignorando-as quando comunica.

Por mais que dê voltas à cabeça, continuo sem entender o que significa o “LÁRÁLÁRÁ” que aparece como fundo do anúncio. Será que a rapariga está a cantar? Será o jingle da Salsiçor? (se alguém da marca ler este post no meu blog e souber a resposta agradeço que me informe. Gostava de saber!).

Por fim, acredito que o slogan “A Qualidade dos Açores” faria mais sentido se a modelo escolhida para o anúncio se assemelhasse com a qualidade nacional da beleza das mulheres Açorianas. Peço antecipamente desculpa caso me tenha enganado e a modelo seja mesmo Portuguesa, mas sinceramente não parece. Uma comunicação de uma marca Portuguesa, para Portugueses com uma imagem que em nada se pareça connosco, será uma boa estratégia?

E se a empresa tem sucesso com um mau marketing, imaginem se tivessem uma boa estratégia!

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on PinterestShare on LinkedInEmail this to someone

3 thoughts on “As salsichas e o sexo

  1. Marco Costa

    Contudo, não te esqueças Paula, que estas campanhas não pretendem atingir o publico que reside no continente. Quem aqui vive não necessita pesquisar para saber o que estão a vender. É uma marca açoriana, dirigida a quem vive nas ilhas. o marketing é mau? Eu acho que sim. Mas vendem muito bem! E eu compro. Mas não devido à publicidade (acho eu… ou será??!) ;)

    Reply
  2. Paula Tinoco Trindade

    Não pretende atingir o público do Continente? Então e se eu for aos Açores de férias ou mesmo em trabalho?? Não passo a ser target? Não passo a ser um possível consumidor? (Se calhar não porque a campanha não está dirigida a mulheres heterossexuais). Está claro que quem vive ai conhece a marca e como digo a empresa vende bem nos Açores, mas agora imagina que tinha uma boa estratégia, com uma boa campanha. O investimento que já fazem actualmente poderia trazer um melhor retorno.

    Reply
  3. Pingback: As salsichas e o sexo | Sex Marketing | Scoop.it

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>